Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

Viagem de fim de ano? Vacine-se contra o surto de sarampo no exterior

Atualizado em: 01/02/2018 às 14h28

vacina ao viajar

 

Tudo pronto para sua viagem de fim de ano? Se respondeu que sim, esperamos que tenha incluído a vacina contra o surto de sarampo no exterior no seu checklist.

 

Apesar de ter sido erradicado do Brasil no ano de 2001, o sarampo afeta significativamente alguns países da Europa, conforme boletim da Organização Mundial da Saúde (OMS). Por este motivo, o governo brasileiro emitiu um alerta para as pessoas que vão viajar, sobre a necessidade de reforçar a vacina contra a doença.

 

Países com alto fluxo turístico – como França, Itália e Alemanha – estão sob risco de surtos de sarampo e rubéola. Por elas serem doenças causadas por vírus que têm alto poder de contágio, é essencial manter-se imunizado.

 

Segundo dados publicados no site ESHoje, do estado de Espírito Santo, foram registrados 14.591 casos no continente europeu entre janeiro de 2016 e julho de 2017. A maior parte (64%) foi notificada este ano, principalmente na Itália (3.660), Romênia (1.844) e Ucrânia (943).

Como se preparar para a viagem de fim de ano

 

A vacina é a única medida preventiva e é de suma importância a conferência do cartão de vacinação antes da sua viagem de fim de ano para o exterior. Isso por que, como o vírus transmissor é altamente contagioso. Pessoas não vacinadas podem adquiri-lo ao viajar, voltando ao Brasil infectadas.

Por que a vacinação é importante?

 

De acordo com o Ministério da Saúde, de 2013 a 2015, foram notificados no Brasil 9.523 casos suspeitos e 1.310 casos confirmados em todo o País. Os estados afetados foram Ceará e Pernambuco. Países asiáticos como China, Indonésia, Laos, Mongólia, Filipinas, Sri Lanka, Vietnã e Tailândia também tiveram notificações da doença. Na África, foram Etiópia, Nigéria e Sudão.

 

Nas Américas, os casos registrados no primeiro semestre de 2017 ocorreram através de viagens. Foram 119 nos Estados Unidos, 45 no Canadá e três na Argentina. De julho a setembro de 2017, a Venezuela teve 84 casos suspeitos em Bolívar – o estado faz fronteira com o Brasil por Roraima.

Quando tomar a vacina?

 

Levando em conta que a vacinação é importante nos mais diversos aspectos da vida, durante a viagem de fim de ano, não poderia ser diferente.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 80% dos viajantes chegam a passar mal em meio as viagens devido a ingestão de alimentos e bebidas contaminadas. No planejamento do programa personalizado de imunização do viajante, é importante ficar atento ao seu histórico clínico de vacinas.

 

A indicação é que o processo de vacinação seja iniciado até 15 dias antes da viagem. Também é interessante ficar atento ao programa de vacinação. Principalmente, porque há ciclos de vacinação, ou seja, pode acontecer de uma segunda dose precisar ser realizada cerca de 30 dias após a primeira.

Mais detalhes sobre o Sarampo

 

O sarampo é uma doença infecciosa aguda transmitida através por vírus. O contágio ocorre diretamente de pessoa a pessoa através das vias respiratórias (tosses, espirros ou mesmo a fala próxima). Os sintomas são febre alta (acima de 38,5°C), coriza, conjuntivite, tosse, manchas brancas na boca e vermelhidão no corpo. As sequelas são graves: o vírus pode causar cegueira, surdez, pneumonias, diarreias e mesmo a morte.

 

Agora, caso você ainda não tenha se imunizado, esta é a hora. Então, você poderá responder a pergunta inicial com um sonoro sim e ter uma boa viagem.

 

Para saber mais sobre vacinação, clique aqui.

 

Fonte: ESHOJE

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações