Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

VACINAÇÃO HPV DE HOMENS – ISSO É IMPORTANTE?

Atualizado em: 16/04/2018 às 09h37

Por que vacinar mulheres e homens contra o HPV?

A vacinação traz benefício pessoal e para as pessoas do convívio mais íntimo. O homem transmite o vírus para a mulher, que transmite para o homem, que transmite para outros homens, que transmite para outras mulheres, que transmitem para outras mulheres e homens. Ao ser vacinado e se tornar imunizado – e quase 100% dos indivíduos vacinados ficam imunizados – o organismo passa a não aceitar o vírus, não o hospeda mais e portanto não dispõe do vírus para o transmitir. Há benefício para si e para o próximo, o próximo mais próximo, muito próximo… A vacinação traz benefícios para (uma) pessoa vacinada e para (muitas) pessoas não vacinadas de seu convívio íntimo.

 

Por que vacinar homens?

Pelo mesmo motivo das mulheres: prevenir câncer, condilomas, tratamentos desagradáveis e onerosos, hospitalizações, cirurgias, mutilações, complicações, sofrimento, perdas, interrupção precoce da vida. Por não terem tido a oportunidade de ser vacinados, anualmente no Brasil mais de mil homens tem seus pênis amputados. Tanto mulheres, mas especialmente homens, podem albergar o HPV sem nenhum sinal e transmitir para o ser amado, desejado, de encontro ocasional, ou vice-versa…

 

Quem deve ser vacinado?

Todos as mulheres e homens que desenvolvem vida sexual, mesmo que esporadicamente, devem ser vacinados para benefício próprio e de outras/os. A maioria dos seres humanos é infectada pelo HPV em algum momento da vida. A maioria nem tomará conhecimento, pois a infecção pode ser assintomática e passar desapercebida; em um certo número de pacientes infectados a infecção causa uma pequena doença, que sara naturalmente; mas em alguns pacientes a doença pode ser grave, muito grave, culminando com a morte. E sempre, em qualquer situação – principalmente se assintomático, não fazendo ideia de sua condição – ocorre transmissão do papilomavírus.

Os estudos se desenvolveram com indivíduos do sexo feminino entre 9 e 26 e depois estendido até os 45 anos; e do sexo masculino entre 9 e 26 anos de idade. Em todos os estudos a vacinação eliciou imunidade em quase todos os indivíduos vacinados. Pessoas com idade além dessa faixa etária também pode ser vacinadas? – Não existe razão para acreditar que não devam.

 

Como transcorre a vacinação?

Entre meninas e meninos de até 14 anos bastam duas doses de vacinas aplicadas com pelo menos seis meses de intervalo; entre mulheres e homens com 15 ou mais anos de idade a vacinação é praticada com três injeções, a primeira no dia zero, a segunda dois meses e a terceira seis meses após a primeira. A vacinação confere proteção duradoura, dez ou mais anos, estimando-se que pode durar a vida toda.

A vacina é administrada por via intramuscular, tornando-se melhor assimilada quando injetada no músculo ventroglúteo (local / técnica de Hochstetter), por profissional treinado nessa prática, embora possa ser aplicada em outras massas musculares volumosas. Eventos adversos em geral se limitam a desconforto local que se dissipa um a dois dias depois.

 

Quanto custa a vacinação?

Muito menos que a maioria dos itens de seu orçamento, como o cuidado com a beleza, a manutenção do carro, o barzinho do final de semana…

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações