Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

Pará Registra Mais De Seis Mil Casos De Dengue

Atualizado em: 03/11/2017 às 19h38

Dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) nesta segunda-feira (12) apontam que até a última terça-feira (6) foram contabilizados 6.202 casos de dengue, 2.654 de zika e 668 de febre chikungunya durante o ano de 2016. Segundo a Sespa, no Pará, não houve registro de mortes em função dessas doenças.

 

De acordo com a Sespa, as maiores ocorrências de dengue aparecem nos municípios de Belém (561 casos), Dom Eliseu (482), Marabá (460), Alenquer (440), Itaituba (313), Oriximiná (301), Parauapebas (298), Tucuruí (290), Pacajá (221) e Novo Progresso (220). Os municípios com maior número de casos de zika são Belém, Marituba e Rio Maria, e de chikungunya são Capanema, Belém e Dom Eliseu.

 

Sintomas

Os vírus da dengue, chikungunya e zika são transmitidos pelo mesmo vetor, o Aedes aegypti, e provocam sintomas parecidos, como febre e dores musculares. Segundo a Sespa, a dengue é a mais perigosa, devido aos quatro sorotipos diferentes do vírus, causando febre repentina, dores musculares, falta de ar e indisposição. A forma mais grave da doença é caracterizada por hemorragias e pode levar à morte.

 

Já a chikungunya é caracterizada pelas intensas dores nas articulações. Os sintomas duram entre 10 e 15 dias, mas as dores podem permanecer por meses, e até anos. Complicações sérias e morte são muito raras. Já a zika apresenta sintomas que se limitam a, no máximo, sete dias.

 

Prevenção

A vacinação é indicada para pessoas de ambos os sexos, entre os 9 e 45 anos de idade. O esquema de vacinação aprovado consiste de três injeções a serem administradas em intervalos de seis meses. A vacina começa a fazer efeito a partir da primeira dose. No entanto, a maior eficácia só foi demonstrada após a aplicação das três doses.

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações