Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

Paciente Com Suspeita De Ebola É Diagnosticado Com Malária

Atualizado em: 02/11/2017 às 22h01

 

O homem transferido de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira 11, não tem ebola. O paciente internado em isolamento no Hospital Evandro Chagas, em Manguinhos, Zona Norte carioca, contraiu malária. O procedimento de avaliação médica será repetido em 48h por precaução.

 

Ele chegou a Minas Gerais na sexta-feira 6, vindo da Guiné, país que tem o surto de Ebola, mas já em menor escala. Desde o último domingo começou a apresentar febre alta, dores musculares e dor de cabeça. Especialistas do Ministério da Saúde, em conversas reservadas, afirmam que uma investigação melhor em Minas Gerais teria evitado a operação de trazer o paciente até o Rio de Janeiro, em condições para lá de especiais.

 

O paciente, de 46 anos e vindo da Guiné, procurou a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Pampulha na noite de ontem com febre alta, dor muscular e dor de cabeça. Ele chegou ao Brasil no dia 6 de novembro.

 

A UPA da Pampulha foi fechada e os pacientes e funcionários que tiveram contato com o imigrante estão sendo monitorados pela Secretaria Municipal da Saúde de Belo Horizonte. A UPA fica no bairro Santa Terezinha, na região norte da cidade, e atende cerca de 300 pessoas por dia.

 

Esse foi o segundo caso suspeito de Ebola no País. Em outubro de 2014, um imigrante também vindo da Guiné procurou uma unidade de saúde em Cascavel, no Paraná, com sintomas da doença. Ela foi encaminhado para o Rio para exames, mas a doença foi descartada.

 

Segundo o Ministério da Saúde, o Ebola é transmitido por meio do contato com sangue, tecidos ou fluídos corporais do paciente contaminado.

 

Fonte: IstoÉ

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações