Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

O Que Você Deve Saber Sobre Vacinação Contra Dengue

Atualizado em: 03/11/2017 às 00h39

Injeções são indicadas para uso de pessoas acima de nove (9) anos. Não protegem contra os vírus Chikungunya, Zika, ou da febre amarela, também transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti.

 

1 – Quais são os limites de idade para vacinação contra dengue?

A vacinação está aprovada (em bula) para pacientes entre nove (9) e 45 anos de idade. Para crianças com menos de nove (9) anos não existem dados clínicos disponíveis para concluir sobre o risco/benefício da vacinação.

 

2 – E para pacientes com idade acima de 45 anos?

O uso em idades diferentes das recomendadas no texto de bula deve ser prescrito por médico após avaliar o risco/benefício da vacinação para dengue.

 

3 – Quantas doses são necessárias para produzir o melhor resultado?

O esquema de vacinação aprovado consiste de três injeções a serem administradas em intervalos de seis meses. A vacina começa a fazer efeito a partir da primeira dose. No entanto, a maior eficácia só foi demonstrada após a aplicação das três doses.

 

4 – Qual deve ser o intervalo entre as doses da vacina?

O esquema de vacinação consiste de três injeções a serem administradas por via subcutânea, em intervalos de seis meses, mais ou menos 20 dias.

 

5 – A vacina é contraindicada para pessoas com algum tipo de alergia?

A vacina é contraindicada para uso por pessoas que são alérgicas (hipersensíveis) aos princípios ativos ou qualquer outro ingrediente da vacina Dengvaxia® e por pessoas que desenvolveram uma reação alérgica após a administração prévia da Dengvaxia®. Os sinais de uma reação alérgica podem incluir urticária, inchaço do rosto e da língua, dificuldade respiratória. Médico deverá estar presente no estabelecimento de vacinação para imediato atendimento na ocorrência desse tipo de evento adverso.

 

6 – Quem já apresentou dengue pode receber a vacina?

Sim, pode. A vacina foi aprovada tanto para pessoas que nunca tiveram dengue como para aquelas que já tiveram a doença.

 

7 – Paciente com dengue pode receber a vacina?

Não. A vacina não trata a doença. Com o restabelecimento da saúde a vacinação deve ser considerada.

 

8 – Grávidas podem receber a vacina?

Não, essa é uma contraindicação da vacina. Dengvaxia® é uma vacina de vírus vivo atenuado e contraindicada a grávidas. As grávidas não foram avaliadas nos estudos clínicos.

 

9 – A vacina dá febre? – Quais os principais efeitos colaterais?

Algumas pessoas vacinadas podem apresentar febre e/ou outros eventos adversos (reações). Os eventos adversos mais frequentes observados nos estudos clínicos foram febre, dor de cabeça, dor e inflamação no local da injeção e mal-estar. Outras manifestações pós-vacinais podem ter apenas relação temporal, não causal, com a vacinação. Todavia quaisquer manifestações pós vacinais devem ser avaliados pelo médico assistente do paciente, ou por médico da CLIMEP para a devida caracterização.

 

10 – Posso doar sangue depois de receber a vacina?

Como a vacina contra a dengue é uma vacina com vírus vivos atenuados, é necessário aguardar um período de quatro semanas após a vacinação para realizar a doação de sangue.

 

12 – A imunidade (proteção) contra dengue aparece quanto tempo depois da vacinação?

Como o esquema de vacinação consiste de três doses, que devem ser administradas em intervalos de seis meses, a melhor proteção contra a doença será atingida após a administração do esquema completo de três doses, ou seja, um ano depois da administração da primeira dose.

 

13 – Mesmo depois da vacinação é adequado manter o uso de repelente contra o mosquito?

Sim. A vacinação não é um substituto para a proteção contra as picadas de mosquitos. Devem ser tomadas as precauções apropriadas para prevenção das picadas de mosquito, incluindo o uso de repelentes, roupas adequadas e redes de proteção contra mosquitos. A vacina apenas oferece proteção contra a dengue causada pelos sorotipos 1, 2, 3 e 4 do vírus da dengue. O mosquito transmissor da dengue é ainda responsável pela transmissão de outros vírus, como o Zika e Chikungunya, por provocar prurigo (alergia à saliva da picada de insetos), para os quais a vacina contra a dengue não oferece proteção.

 

14 – Quem não deve receber a vacina?

Crianças com menos de nove anos, mulheres grávidas ou que estejam amamentando, pessoas alérgicas aos componentes da vacina, pessoas que tenham fenilcetonúria e aquelas com um sistema imunológico enfraquecido ou que recebam orientação médica específica.

 

15- A vacina pode causar dengue hemorrágica?

Não. Nos estudos clínicos, a vacina reduziu consideravelmente os casos de dengue grave e de febre hemorrágica da dengue.

 

16 – Qual a composição da vacina?

A vacina é constituída por vírus vivos atenuados obtidos por tecnologia de DNA recombinante, combinando o vírus atenuado da febre amarela e os quatro sorotipos dos vírus da dengue.

 

17 – A vacinação contra a dengue pode ser efetuada simultaneamente com outras vacinas?

A co-administração (ou associação) da vacina de dengue, febre amarela, difteria, tétano, perrtussis acelular, Vip, hemófilos, sarampo, rubéola e caxumba não identificou quaisquer preocupações de segurança (dados foram comparáveis quando as vacinas foram associadas, ou administradas separadamente), e os perfis de imunogenicidade foram satisfatórios, tanto para a vacina contra dengue, quanto para as demais. A vacinação associada deve ser precedida de avaliação médica. A vacina de dengue não deve ser combinada (na mesma seringa) a outras vacinas.

 

OMS WER 29jul16, pág 360.

 

NBellesi, médico infectologista e imunoalergologista, CRM-PA 765, baseado em informações do Portal Brasil, Anvisa e OMS.

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações