Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

Novas Diretrizes Contraindicam Suplementação Diária De Vitamina D E Cálcio Para Mulheres Pós-Menopáu

Atualizado em: 02/11/2017 às 11h59

26feb13, Joe Barber Jr , PhD – A US Preventive Services Task Force (USPSTF) concluiu que as evidências são insuficientes para apoiar a suplementação de vitamina D e cálcio para prevenir fraturas entre os homens residentes na comunidade e mulheres na pré-menopausa. No entanto, a força-tarefa encontrou evidências suficientes para contraindicar a suplementação diária de vitamina D e de cálcio para a prevenção primária de fraturas em mulheres na pós-menopausa.

Nas revisões sistemáticas e meta-análise dos efeitos da suplementação de vitamina D com ou sem cálcio sobre a saúde óssea entre adultos residentes na comunidade a suplementação de vitamina D e cálcio não teve efeito sobre a freqüência de fraturas ósseas.

Além disso a Women’s Health Initiative (WHI) apresentou um relatório envolvendo 36.282 mulheres pós-menopáusicas saudáveis relatando um risco ligeiramente aumentado de nefrolitíase associada à vitamina D e suplementação de cálcio.

Devido à falta de efeito sobre a incidência de fraturas e o aumento da incidência de nefrolitíase no grupo do estudo da WHI a USPSTF conclui com certeza moderada que a suplementação diária com 400 UI de vitamina D3 e 1000mg de cálcio não traz nenhum benefício para a prevenção primária de fraturas em mulheres pós-menopáusicas não-institucionalizados. Os médicos devem pensar cuidadosamente antes de aconselhar a suplementação de vitamina D e cálcio para indivíduos saudáveis.

Annals of Internal Medicine publicado on line em 25fev13.

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações