Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

MANTER POPULAÇÃO VACINADA É SOLUÇÃO PARA O AUMENTO DO NÚMERO DE CASOS DE SARAMPO NAS AMÉRICAS

Atualizado em: 14/05/2018 às 12h05

10mai18, NBellesi, CLIMEP – O sarampo constitui-se doença viral muito contagiosa que pode causar graves problemas de saúde, inclusive pneumonia, cegueira, inflamação do cérebro e até mesmo a morte.

 

Nas Américas, o número de casos deste ano, já é maior que o de 2017. Considerando o primeiro quadrimestre é o triplo do mesmo período do ano passado. O maior número de casos foi registrado na Venezuela e em segundo lugar, o Brasil, sendo que a maioria dos casos brasileiros tem origem em venezuelanos não vacinados.

 

A vacinação TRIVIRAL é considerada completa duas semanas após a segunda dose, que deve ser administrada pelo menos um mês após a primeira. Crianças e adultos (nascidos após 1960) que não têm registros (carteirinha de vacinação) de pelo menos duas aplicações devem receber a vacinação e assim contribuir para a interrupção da disseminação da infecção (pessoa imunizada não hospeda e, portanto, não transmite o vírus do sarampo [e também os da caxumba e da rubéola]. Para pessoas, cuja última dose foi administrada há muitos anos, é possível que uma terceira dose traga benefícios, conforme já foi comprovado para a caxumba.

 

Vacine-se por você. Vacine-se por todos… Uma pessoa não vacinada pode começar um surto de doença que, de outra forma, não ocorreria.

 

Newton Bellesi, médico infectologista e imunoalergologista, CRM-PA 765, RQE 2483 e RQE 5110, nbellesi@climep.com.br.

 


 

Dúvidas sobre vacinações? – Caso tenha dúvidas, para esclarecimentos entre em contato com o médico infectologista e imunoalergologista Newton Bellesi: nbellesi@climep.com.br, ou pelo 98442-7630 por meio do WhatsApp.

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações