Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

Criança Morre Em Belém Com Suspeita De Meningite Meningocócica

Atualizado em: 02/11/2017 às 17h14

 

Uma menina de seis anos morreu na última segunda-feira (19), em Belém, com suspeita de meningite meningocócica – a forma mais grave da doença. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) já foram confirmados 18 casos da doença ainda este ano. A mãe da criança, Fernanda Silva da Gama, está internada em observação no Hospital Barros Barreto.

 

Para a avó da criança, Maria Luzinete Silva, fica o sofrimento. “Ela vai fazer muita falta pra gente, não só pra mim que sou avó, mas para a mãe e a família. A gente tem que se pegar a Deus e seguir a vida sem a Lohane”, lamenta.

 

Andreza Lohane da Gama Carmo, tinha seis anos e depois da morte da criança, a mãe também apresentou os mesmos sintomas. “ A gente não sabe quando vai sair o resultado pra saber se é ou não [meningite]”, explica a avó.

 

No portão da escola onde a criança estudava, tinha um cartaz nesta quarta-feira (21), informando que as aulas haviam sido suspensas. Durante a tarde, uma equipe da Sesma conversou com os pais dos alunos, mas a preocupação ainda era grande.

 

“Não são só eles que estão correndo riscos. É a população toda”, diz Maria Barbosa, dona de casa e mãe de aluno.

 

Para Veronilce Borges, da Secretaria Municipal de Saúde, é preciso agora identificar as pessoas com que a criança teve contato. “A meningite meningocócica é altamente transmissível. Então a gente identifica todas as pessoas que residem com essa criança para fazer uma medicação como profilaxia da doença”, afirma.

 

O infectologista Sandro Mendes diz que a procurar um médico o mais rapido possível é fundamental. “A pessoa precisa ser encaminhada com urgência para uma unidade de pronto-atendimento e o médico vai estar apto para reconhecer os sintomas e encaminhar para  o centro de referência de diagnóstico, que é o Barros Barreto”, conclui.

 

Fonte: G1

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações