Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

Belém Lidera O Ranking De Casos De Dengue No Estado

Atualizado em: 03/11/2017 às 19h00

De janeiro até o fim de agosto, o Pará registrou mais de 5.700  casos de dengue, 1.800 de zika e 253 de febre chikungunya. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde Pública.

 

Belém lidera o ranking de casos de dengue, com 537 diagnósticos, seguida por Itaituba, com 535 e Dom Eliseucom 474 casos. Alenquer, Oriximiná, Marabá,Parauapebas e Tucuruí também estão com alto índice da doença.

 

Nenhuma morte foi registrada por dengue no estado.

 

Dengue, chikungunya e zika são transmitidos pelo mesmo vetor, o Aedes aegypti, e provocam sintomas parecidos, como febre e dores musculares, mas com gravidades diferentes.

 

A dengue é a mais perigosa, possui quatro sorotipos do vírus, causa febre repentina, dores musculares, falta de ar e indisposição. A forma mais grave apresenta hemorragias e pode levar à morte.

 

A chikungunya tem como principal sintoma intensas dores nas articulações. Os sintomas duram entre 10 e 15 dias, mas as dores podem permanecer por meses e até anos. Complicações sérias e morte são muito raras.

 

Já o vírus zika apresenta sintomas que se limitam a, no máximo, sete dias.

 

Mesmo com o período de estiagem, quando há menor volume de chuvas, a população deve continuar combatendo criadouros do mosquito.

 

Prevenção

 

A vacinação está aprovada (em bula) para pacientes entre nove (9) e 45 anos de idade. Para crianças com menos de nove (9) anos não existem dados clínicos disponíveis para concluir sobre o risco/benefício da vacinação.

 

O esquema de vacinação aprovado consiste de três injeções a serem administradas em intervalos de seis meses. A vacina começa a fazer efeito a partir da primeira dose. No entanto, a maior eficácia só foi demonstrada após a aplicação das três doses. O esquema de vacinação consiste de três injeções a serem administradas por via subcutânea, em intervalos de seis meses, mais ou menos 20 dias.

 

Para saber mais, entre em contato conosco através do 3181-1644.

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações