Aperte “Enter” para pesquisar

Artigos

10% Dos Pais Solicitam Adiamento Das Vacinações Dos Filhos

Atualizado em: 02/11/2017 às 14h31

 

27abr14, APA – O ceticismo em relação às vacinas está se tornando mais comum entre os pais. Eles pedem frequentemente aos pediatras e médicos de família que adiem as vacinações obrigatórias para seus filhos. De acordo com uma pesquisa realizada nos EUA e publicada na revista Pediatrics, os médicos estão enfrentando uma tensão crescente entre a necessidade de criar confiança com os pais e o risco provocado pelo adiamento.

 

Entre junho e outubro de 2012, pesquisadores da Universidade do Colorado (em Aurora) fizeram uma pesquisa com pediatras e médicos de família por e-mail ou correio sobre os pedidos de pais em relação à vacinação de seus filhos com menos de dois anos de idade. Em média, por mês, 93% dos participantes foram confrontados com este tipo de pedido. De acordo com um quinto dos médicos pesquisados, cerca de 10% dos pais solicitaram adiamento do cronograma de vacinação.

 

A maioria dos médicos informou concordar com o adiamento “algumas vezes” ou “frequentemente / sempre”, apesar de a maioria (87%) acreditar que esses adiamentos expõem as crianças a um risco desnecessário de desenvolvimento de doenças. Além disso, 84% acreditam que as crianças sentem mais dor ao terem de receber várias injeções. Muitos médicos afirmaram que o motivo para concordarem foi a tentativa de criarem confiança com os pais para evitar que mudassem para outro médico.

 

Os pais apresentam os mais diversos motivos para adiar as vacinações. Os médicos indicaram o uso de várias estratégias diferentes para convencer os pais a aderirem ao cronograma de vacinação, mas poucos foram considerados eficazes. Esses tipos de intervenções precisam começar logo cedo, durante a gravidez, afirmaram os autores. Para isso, é fundamental usar mais as redes sociais e mensagens públicas para contrariar, com mais determinação, as informações erradas que defendem que as vacinas são perigosas.

Compartilhar
FacebookTwitterGoogle+EmailWhatsApp

Ligamos para Você








Atendimento por Whatsapp









Atendimento por Email









Consulte Preços








Assine nossa Newsletter




Receber Mais Informações